Qual a sua missão aqui na terra?

“Ide Pelo Mundo e Pregai o Meu Evangelho… Aquele que crer será salvo”...

A máxima deixada pelo rei dos reis há mais de 2 mil anos ainda hoje é obedecida por milhões de pessoas em todo o mundo. Missionários em todo o mundo estão levando a palavra do Senhor aos quatro cantos do mundo e estão salvando almas em todos os lugares.

No entanto, muitos vêm sofrendo perseguições tremendas e muitas vezes são executados em nome do Senhor Jesus!

MÉXICO – Em 13 de janeiro, católicos tradicionalistas destruíram a casa e outras propriedades de cinco famílias evangélicas na comunidade de Los Llanos, San Cristóbal de Las Casas. As famílias são recém-convertidas.

Em 19 de abril de 2009, os evangélicos Los Llanos fizeram a inauguração de um templo, que foi perturbada com a entrada de 70 pessoas, as quais afirmavam que os evangélicos seriam presos por estarem prestando um culto.

Vários líderes da nova igreja foram levados para a delegacia e detidos por uma hora, enquanto outros tradicionalistas dispersavam os demais membros.

Alfonso, um dos líderes da igreja, perguntou aos invasores o que os evangélicos tinham feito de errado, e acrescentou: “Temos um Deus e Ele está no céu”. Isso enfureceu os invasores, que agrediram o pastor Alejandro Cruz Ton.

Esse incidente não intimidou os evangélicos, que continuaram a se reunir, mesmo sob os protestos dos católicos. Em uma ocasião, pedaços de madeira e árvores foram colocados na entrada do templo, para impedir o acesso dos evangélicos.

Em outra, situação, a polícia foi acionada e pediu-se para ela levar para a delegacia os 12 participantes de um culto com mais dos bebês de um deles. As pessoas ficaram detidas por pouco tempo.

No dia 28 de junho, foi realizada uma reunião sobre como melhorar a comunidade. O foco principal foi dizer aos evangélicos que eles precisavam abandonar sua crença e voltar à fé católica.

Os evangélicos pediram que fossem respeitados seus direitos de ter sua própria religião. A isso, os católicos responderam que a única religião de Los Llanos é o catolicismo.

Às 16 horas, os evangélicos foram presos novamente, enquanto alguns chefes da comunidade destruíam o novo templo.

As autoridades foram além da destruição do templo e criaram um documento declarando que os evangélicos estavam de acordo de que o templo deles deveria ser destruído e que cooperariam com os festivais católicos.

Os evangélicos responderam que era mentira e declararam: “Não, nós não deixamos nossa fé em Jesus”.

Coreia do Norte – Na primeira posição na Classificação de países que mais perseguem o cristianismo a Coreia do Norte, o país em que toda atividade religiosa é vista como uma rebelião aos princípios socialistas que imperam. A situação dos cristãos é extremamente aguda neste momento, embora o regime norte-coreano esteja deixando aos poucos a mão-de-ferro com a qual controlava a sociedade.

Pela mobilização de cada recurso do poder, A Coreia do Norte tenta manipular a sociedade a fim de exterminar atividades cristãs, e usa todos os meios de poder para isso. Foram feitas pesquisas, e descobriu-se muitos cristãos secretos no país.foram expostos durante pesquisas estritas da Coreia do Norte. Diz-se que os cristãos têm sido usados como testes para armas biológicas e químicas.

Apesar dessa situação desumana, A Igreja está florescendo, e aumentam também as chances de pregar o evangelho, especialmente para aqueles que vivem em cidades perto da China.

Separe o dia de hoje para interceder pela Coreia do Norte. Há milhares de cristãos presos, sofrendo torturas e sendo mortos. Ore para que Deus tenha misericórdia daquele país, e para que as pessoas se arrependam e defendam a liberdade religiosa.

PAQUISTÃO – Um tribunal em Faisalabad condenou à prisão perpétua Imran Masih, um jovem cristão, por ter insultado e profanado o Alcorão. O juiz da sessão, Raja Ghazanfar, determinou a sentença com base no artigo 295 B do Código Penal paquistanês – mais conhecido como lei de blasfêmia – porque o jovem de 26 anos aparentemente queimou versos do Alcorão e um livro em árabe “de propósito”, para “espalhar o ódio religioso e ferir os sentimentos dos muçulmanos”. Peter Jacob, secretário executivo da Comissão Nacional por Justiça e Paz (NCJP), disse que “vai lutar para salvar a vida do jovem”.

No dia 1 de julho de 2009, Imran, comerciante, foi brutalmente torturado por um grupo de muçulmanos, e depois preso pela polícia sob as acusações – perfeitamente fabricadas – de que ele havia queimado páginas do Alcorão. No dia 11 de janeiro, o juiz o condenou à prisão perpétua, que irá cumprir na prisão federal de Faisalabad, onde está confinado atualmente. O tribunal também impôs uma pena adicional de 10 anos de prisão e uma multa de 100.000 rúpias (mais de 800 euros).

Peter Jacob fala sobre um “veredicto ruim” e uma “falta de liberdade” do poder judiciário. O ativista irá apelar da decisão do tribunal e garante que fará o melhor para salvar a vida do jovem, porque todos esses casos de blasfêmia são “perfeitamente fabricados”.

PAQUISTÃO – Dois cristãos paquistaneses que foram baleados em um casamento no dia 26 de dezembro por se recusarem a se converter ao islamismo, ainda estão na UTI, mas os médicos estão esperançosos de que eles se recuperem.

Sussurrando, Imran Masih, 21, e Khushi Masih, 24, disseram para o Compass que dois muçulmanos armados atiraram neles depois que desobedeceram a ordens de recitar o credo islâmico, que simboliza a conversão.

Logo depois que eles chegaram ao casamento, um grupo de jovens muçulmanos armados com rifles os cercou e começaram a atirar no ar, como é comum em casamentos no vilarejo. O casal não ficou assustado, porque pensaram que os homens estavam celebrando.

“Um dos muçulmanos, vestido com um turbante verde, nos disse de forma categórica para recitar a sagrada Kalima (profissão de fé muçulmana) ou receberíamos tiros e enfrentaríamos as consequências”, conta Khushi Masih.

Ambos os cristãos disseram que eles se recusaram, e começaram a recitar o Salmo 91.

“Nossa decisão os deixou muito nervosos. E ao invés de atiraram ao ar, eles atiraram em nós, e foram embora somente após ter certeza de que estávamos mortos. Louvado seja o nome do Senhor Jesus Cristo, que nos ressuscitou dos mortos!”

Os pais dos dois cristãos os encontraram desmaiados em uma poça de sangue e os levaram para o hospital Tehsil. Imran Masih tinha duas costelas quebradas, e uma bala passou a 2 mm do coração. Khushi Masih foi ferida no peito e perna direita. As balas da AK-47 (arma usada pelos criminosos) causam menos danos se ultrapassarem o corpo do que se ficarem alojadas, pois começam a se desfragmentar.

“Eles estão se recuperando rápido, e os ferimentos estão sarando, mas ainda estão em observação e continuam na UTI”, disse o pai de Imran. Ele acrescenta que os médicos estão preocupados, mas acreditam que eles irão se recuperar.

A polícia registrou uma ocorrência contra os suspeitos, cujos nomes não foram divulgados, mas ninguém foi preso.

Os suspeitos fundamentam sua defesa com o argumento de que atiraram nos cristãos acidentalmente.

Com uma mistura de tristeza e orgulho, os pais dos jovens dizem que seus filhos permaneceram firmes em Cristo, derramando sangue para não negar a Cristo.

ÍNDIA – No dia 10 de janeiro de 2010, um grupo de radicais hindus invadiu uma reunião de oração realizada em uma igreja em Jalliguda, cidade de Hyderabad, estado de Andhra Pradesh, e agrediu o pastor e os cristãos presentes no culto.

De acordo com o grupo Council of Indian Christians (GCIC), há relatos de que, por volta das 9h, aproximadamente 50 membros dos grupos radicais hindus Rashtriya Swayam Sevaks (RSS) e Bharatiya Janatha Party (BJP), invadiram a sala de oração e bateram no pastor Benhur, que estava liderando o culto, e nos cristãos presentes.

Fontes afirmam que os radicais hindus os alertaram para parar de pregar o evangelho naquela região.

ÍNDIA – Uma escola bíblica foi recentemente atacada por cerca de 20 ativistas radicais hindus na vila Krishnadasanapalli, distrito de Chittoor , no Estado de Andhra Pradesh.

De acordo com Conselho Global para os Cristãos Indianos (GCIC, sigla em inglês) , o ataque realizado no último de 16 de maio teria sido promovido por militantes dos grupos Rashtriya Swayam Sevaks (RSS) e do partido político Bharatiya Janatha (BJP).

Os radicais levaram oficiais da polícia com eles e registraram uma queixa na polícia contra o professor cristão. Além disso, eles agrediram verbalmente as pessoas presentes, rasgaram partes da Bíblia e de outros materiais de ensino.

A escola bíblica mantida pelo cristão era gratuita e as aulas ministradas nas férias e nos períodos de folga das crianças. Ore pela proteção do professor e para que esse ministério não seja interrompido.

IÊMEN – O governo do Iêmen iniciou as negociações para a libertação dos seis cristãos sequestrados em junho.

De acordo com o Ministro Abu Bakr al-Qirbi, uma família alemã de cinco pessoas e um engenheiro inglês são reféns na província de Saada, no norte do país.

Johannes e Sabine Hentschel (ambos com 37 anos de idade), e seus filhos Lídia (5), Anna (3), e Simon (1), assim como o engenheiro foram sequestrados a seis meses atrás durante um passeio em Saada. Eles estavam com duas alunas de escola bíblica e uma professora sul-coreana. Eles foram encontrados mortos no dia 12 de junho. Os nove cristãos trabalhavam no hospital de Al Jumhuri, em Saada.

O ministro alemão Guido Westerwelle realizou uma visita surpresa ao Iêmen. Após uma reunião com o presidente Ali Abdullah Saleh, em 11 de janeiro, o ministro Guido aos jornalistas que o governo iemenita tinha recebido novas informações sobre o paradeiro dos reféns. Se a informação estivesse correta, seria uma “ótima notícia”.


E você, qual a sua missão aqui na terra?

Fonte: Missão Portas Abertas

Anúncios

Autor: Miguel Martins

contato, sugestões, críticas: miguelmartins27@gmail.com

Uma consideração sobre “Qual a sua missão aqui na terra?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s