Eu Posso – Você também pode

APRENDA OS PASSOS

Anúncios

Música gospel reconhecida como manifestação cultural

A música gospel deverá ser reconhecida como manifestação cultural, segundo o Projeto de Lei da Câmara 27/09, que recebeu nesta terça-feira (23) parecer favorável da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Com isso, poderá gozar dos benefícios do Programa Nacional de Apoio à Cultura, instituído pela Lei Rouanet.

O projeto, que já recebeu parecer favorável da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), ainda será examinado pelo Plenário. O seu relator na CE, senador Papaléo Paes (PSDB-AP), lembrou que a música gospel nasceu nos Estados Unidos e integrou-se à “dinâmica cultural brasileira, perpassando os diversos segmentos da sociedade e integrando-se às culturas regionais que compõem a diversidade do nosso país”.

Também recebeu parecer favorável da CE o substitutivo da Câmara ao Projeto de Lei do Senado 236/07, da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), que muda o nome do atual Livro dos Heróis da Pátria para Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. O projeto estabelece ainda a inclusão no livro de Maria Quitéria de Jesus, a quem a senadora definiu como “uma das poucas mulheres a saírem do anonimato e ganharem a eternidade junto à história do nosso país, ao se alistar no Exército para lutar pela independência do Brasil”.

Segundo o relator ad hoc do projeto, senador Jefferson Praia (PDT-AM), o substitutivo aprovado pela Câmara apresenta apenas “ajustes formais” no texto original da proposta.

Foi iniciada ainda a discussão do Projeto de Lei do Senado 264/09, de autoria do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA), que autoriza o Poder Executivo a instituir, em Redenção (PA), um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. O relator do projeto, senador José Nery (PSOL-PA), apresentou seu voto favorável à proposta, que ainda foi apoiada pelos senadores Flávio Arns (PSDB-PR) e Romeu Tuma (PTB-SP).

Fonte: Agência Senado

Saiba como foi a pregação de hoje

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.
Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.
Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.”

Colossenses 3

O Pastor Antônio Rodrigues foi enfático e muito feliz em sua pregação no Culto de Doutrina desta sexta-feira. Tratar do crente que não se despoja das coisas mundanas é uma palavra muito difícil, uma vez que muitos fiéis não se sentem bem durante a oratória, porém, a doutrina foi dada com muita decência e bençãos do Senhor.
O Pr. Antônio começou lembrando do não comprometimento do povo Colossense em relação a palavra de Deus. Em relação ao não cumprimento das doutrinas divinas, uma vez que eles pregavam aquilo que não viviam, e viviam de forma errônea. Esquecendo um mandamento crucial deixado por Cristo, o de se fazer nova criatura através do batismo do Espírito Santo.
A seguir um trecho do discurso do Pr.

“Os colossenses não tinham criado uma comunhão verdadeira com Jesus e Paulo falava para que eles fossem um novo ser na presença de Cristo. Hoje, em pleno século XXI, quantos crentes não precisam de uma nova vida com o Senhor? Algumas pessoas aceitam Jesus de boca, porque o seu coração está voltado para as coisas humanas.

Essas pessoas precisam ser lapidadas pelo poder do Espírito Santo. O apostolo Paulo dizia: ‘Fazei a sua vida terrena morrer irmão…’

E você meu irmão, se libertou? Está faltando você nascer de novo e dizer: ‘Senhor não vivo mais e sim Cristo vive em mim’…

O crente que morre de verdade não tem mais desejo pelas coisas do mundo. O que é nascido novamente não pode mais viver fazendo o que fazia quando não conhecia a Cristo.

Deixe a mentira. Fale somente a verdade. Irai-vos e não pequeis. Quem furtava não furtes mais. E que não sai de sua boca torpeza.

Procure sempre levantar seu irmão com uma palavra de carinho e de edificação e não destrua os sonhos do teu irmão.”

Todos que estavam naquela igreja no momento da pregação do Pr. Antº Rodrigues se encheu do Espirito Santo, pois a verdade estava sendo dita de uma maneira direta, prática e sem rodeios. Foi um culto abençoado o último de Doutrina.

Grupos muçulmanos pedem fechamento de igreja registrada

 INDONÉSIA – Centenas de muçulmanos fora da área em que uma igreja de 600 membros se reúne na província de Java Ocidental organizaram um protesto para pedir pelo fechamento do templo em uma tentativa de demonstrar a oposição local. Representantes de 16 organizações muçulmanas, incluindo os radicais da Frente de Defesa Islâmica (FPI), se reuniram no dia 15 de fevereiro para pedir a suspensão de todas as atividades religiosas realizadas pela Igreja Protestante Galileia (GPIB) na cidade de Bekasi.

 O pastor M. Telepta disse ao Compass que a igreja possui a permissão legal dos moradores e oficiais para realizar cultos desde 1992. “Desde o início, temos a permissão para cultuar; tanto do governo quanto dos vizinhos”, diz o pastor. “Nós recebemos a permissão para construir o templo e o aval do prefeito de Bekasi. Também recebemos a liberação do Fórum para harmonia inter-religiosa em Bekasi.” Em um dos protestos, o líder da filial da FPI em Bekasi, Murhali Baeda, tentou contestar a status legal da igreja Galileia, dizendo à ANTARA, agência de notícias oficial do governo indonésio, que ele tinha “certeza” de que “alguns templos na área não possuíam a permissão completa”. “Isso fica provado pelo grande número de pôsteres e banners colocados nos becos e locais públicos rejeitando a presença dessas igrejas”, disse Murhali.

Um decreto para juntas missionárias promulgado em 1969 e revisado em 2006 requer a assinatura de mais de 60 vizinhos e uma permissão das autoridades locais para se construir um templo cristão na Indonésia. Os representantes das organizações muçulmanas gritavam: “Não permitimos que existam igrejas nessa região”, e carregavam cartazes com escritas “Nós, fiéis muçulmanos, rejeitamos a presença de igrejas”, e “Cuidado com a ‘cristianização’ nessa área”. Murhali também acusou a igreja de “cristianizar” os moradores ao distribuir alimento e “vender os suprimentos básicos a preços reduzidos”. Ele afirma: “A igreja está distribuindo esse material como incentivo para que as pessoas recebam Jesus como seu Salvador.

Soubemos de várias pessoas que aceitaram essas distribuições”. “Durante a noite, a adoração ao Deus deles em forma de música perturba o sono das pessoas”, ele afirma. O pastor nega qualquer tentativa de “cristianizar” as pessoas. “Nunca distribuímos alimento ou outros suprimentos”. “Nossos cultos continuarão normalmente, apesar dos protestos”, declara o pastor. Tradução: Missão Portas Abertas ::

 

Fonte: Site Portas Abertas

Ex-travesti combate afirmação de Elton John

Por Felipe Pinheiro – www.guiame.com.br


Após a afirmação polêmica de Elton John sobre a sexualidade de Jesus Cristo – “um homem gay superinteligente, que entendeu os problemas da humanidade” -, o ex-travesti Joide Miranda avaliou a manifestação do querindinho da rainha Elizabeth.

“Foi proposital esta frase para tentar agredir a Igreja Cristã, não só Elton John, mas também o movimento pró-homossexualismo e o movimento queer [teoria utilizada por homossexuais que valoriza uma cultura própria, de liberdade sexual] acreditam e tentam divulgar que Jesus era gay. (…) Os cristãos precisam se despertar”, disse Joide que atua como missionário percorrendo o Brasil relatando o seu testemunho.

Para o ex-travesti, que compreende tais opiniões como sinais do fim dos tempos, “assim como Jesus tem seus servos aqui na terra para proclamar as verdades bíblicas, assim também o diabo tem seus servos para disseminar o pecado, tentando distorcer o caráter de Deus”.

“Não levo em conta as bobagens que um homem como Elton John fala, que Deus alcance seu coração para que ele entenda que sem Jesus ele é um zero a esquerda. Eu sei que a sua fortuna, fama e poder não substituem a frustração e o vazio interior com que ele vive”.

Joide Miranda, após sofrer um abuso sexual na infância, vivenciou a homossexualidade e o travestismo. Chegou a trabalhar em zonas de prostituição na Europa, com passagens por Itália e Paris. Após se converter ao Evangelho e passar por um processo terapêutico de restauração sexual, o missionário se casou com Edna Miranda, com quem está junto há 11 anos.

Fonte: Guia-me

Tumulo de Raquel pode virar patrimônio de Israel

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, anunciou neste domingo, durante o conselho de ministros “que concordava em incluir na lista de bens dos Estado o Túmulo de Raquel e a Gruta dos Patriarcas”, declarou à AFP seu porta-voz Mark Regev. Netanyahu deseja inscrever dois locais da História santa, em Belém e Hebron (Cisjordânia), considerados fontes de tensão político-religiosa, ao patrimônio de Israel.

O Túmulo de Raquel fica na entrada de Belém, perto de Jerusalém, e o Túmulo dos Patriarcas, em Hebron, no sul da Cisjordânia ocupada. O anúncio, altamente simbólico, foi aplaudido pelo conselho dos assentamentos judeus na Judeia-Samaria (nome bíblico da Cisjordânia) e pelo grupo de pressão pró-colonização na Knesset (Parlamento). O Túmulo de Raquel onde, segundo a tradição, está enterrada a matriarca bíblica, é um lugar de culto judeu. A Gruta dos Patriarcas (da Bíblia) em Hebron – ou Mesquita de Ibrahim (nome muçulmano de Abraão) para o Islã – é local santo judeu e muçulmano.

Devido a tensões entre palestinos e israelenses, a Gruta dos Patriarcas está dividida em duas partes – uma para os fiéis muçulmanos e outra para os peregrinos judeus, desde o massacre de 29 fiéis palestinos num recanto de orações por um colono israelense em 25 de fevereiro de 1994. O governo israelense dedicou domingo um orçamento de mais de 100 milhões de dólares para preservar 150 sítios históricos de Israel.

Fonte: AFP / Gospel+ Via: Gospel Prime