Cristãos dão maus exemplos na Internet

As redes sociais da internet serviram para aproximar, cada vez mais, cristãos em todo o mundo e isso tem sido benéfico para que a palavra de Deus seja propagada entre os quatro cantos do mundo. No entanto, alguns sites têm mostrado o quanto ainda temos que aprender em relação ao espaço do outro, assim como, até onde eu posso ir quando quero defender o reino dos céus.

Diante dos últimos acontecimentos divulgados na mídia, muitos pastores, cantores gospel e até pessoas que se dizem cristãs têm se apresentado de forma agressiva e dando um péssimo testemunho sobre o IDE do Senhor. Na verdade, não é por força que se conquista uma alma para o céu e não é criticando ou julgando que conquistaremos essas pessoas. Pior! Dessa forma estaremos, também, nos distanciando, cada vez mais, dos caminhos do Senhor.

Jesus é a prova viva de que o AMOR deixado por DEUS é libertador. As pessoas , porém, tem entendido que elas, ao “conhecerem” a Palavra são donas da razão e da fé dos demais. E não é assim que funciona os princípios do Ministério de Cristo. E eu não estou falando aqui da religião que se originou depois da morte de Cristo: a cristã. Estou relatando como ocorreram os passos de Jesus de Nazaré na terra. Jesus pregou o amor a todos e a união entre os povos de todos os continentes.

Diante disso, cada mistério deixado por Cristo vinha acompanhado da certeza de que o AMOR DE DEUS NOS VEIO PRIMEIRO. O cuidado com a palavra, com a fé e com o outro foram os princípios do Ministério de Jesus, durante três anos aqui na terra. Depois da morte e ressurreição do Filho do Homem, aqueles que aqui ficaram, decidiram instituir o ministério conforme lhes cabia saber. No entanto, Jesus sempre esteve guiando seus passos.

Mas bem, voltando aos nossos tempos o que percebemos são alguns religiosos formadores de opinião se degladiando e insultando uns aos outros devido a um determinado ponto de vista. E isso é triste, é errado, é feio. Isso não se faz!

Com a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que votou a favor, por unanimidade, a união afetiva de casais do mesmo sexo, aqueles pastores saíram para a luta, para a batalha, para o grito. Mas de forma errônea! Temos, sim, nossos princípios religiosos e cristão e sabemos o quanto AOS OLHOS DO PAI é errado e imundo a relação homoafetiva, mas, a partir do momento em que passamos a julgar e condenar o HOMEM por terem aceito isto ou aquilo, passamos ser tão ou mais errante do que eles.

CONDENAMOS O PECADO MAS TEMOS QUE AMAR O PECADOR! Esta deveria ser a máxima de todo o cristão.

O pastor Silas Malafaia, em seu perfil no Twitter condenou a decisão do STF e ainda por cima, passou a criticar a todos aqueles evangélicos formadores de opinião que não se manifestaram, como  a familia Valadão, Aline Barros, Fernanda Brum e outros. Veja abaixo alguns frases do pastor em seu microblog:

“@aline_barros Obrigado pela omissão de vcs em não rtt p/ conclamar o povo de Deus a pressionar os ministros do STF num assunto q tão… fundamental q favorece os homossexuais. Se twitter é pra mostrar foto e agenda, é melhor acabar pq não presta pra nada” – PARA A CANTORA ALINE BARROS

“@anapaulavaladao Qdo eh pra defender seu nome, responde rapidamente. Qdo eh pra defender o Reino de Deus, diz q ta viajando. Viagem da Inglaterra para o Brasil demora 10h e não 24h” – PARA ANA PAULA VALADÃO

“@andrevaladao Os grupos homossexuais deitaram e rolaram no twitter” – PARA O CANTOR ANDRÉ VALADÃO

Outro que comprou a briga e discutiu com vários internautas foi o pastor e deputado federal Marcos Feliciano. O deputado aproveitou para também condenar o silêncio de músicos do meio gospel que não se pronunciaram com a decisão do Supremo.

Recentemente, em seu blog, um músico cristão atacou a pessoas que estavam criticando o trabalho de seus pares. Em um discurso cheio de rancor e ira, o cristão não deu lugar ao amor de Deus, e isso tem acontecido com frequência.

Nas respostas dos twitteiros muitas críticas, em contrapartida, e muitos pedidos de RESPEITO e MAIS AMOR. Uma internauta, inclusive, afirmou que a atitude dos pastores só a distanciava cada vez mais dos caminhos do Pai. Por isso, o testemunho do CRISTÃO é tão importante aqui na terra. Muitas vezes, as pessoas não se aproximam dos caminhos do Senhor devido ao fato de não vigiarmos a nós mesmos, e passarmos a vigiar apenas o outro.

Um minuto de meditação

Anúncios

Autor: Miguel Martins

contato, sugestões, críticas: miguelmartins27@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s