Uma mensagem de conforto de um irmão nosso

 Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade […]” (Gl 5.13.)

Estava arrumando minha casa e ao passar pela varanda me deparei com uma cena linda: dois pardais se esbaldando numa poça de água no quintal. Pouco acima daqueles pardais havia uma gaiola numa árvore, com um passarinho dentro. Imediatamente fiquei dividido entre a alegria de ver aqueles pardais “se divertindo tanto” e um peso no coração de ver aquele outro “par de asas” preso.

Quão triste é a vida fora do plano da criação de Deus. Quão triste é estar preso fora da vontade de Deus. Deus criou os pássaros para voarem. Nem todos os homens pensam assim e eu respeito isso, mas essa é a verdade. Deus criou os pássaros para voarem! Muitas vezes a reflexão que cabe a nossas vidas não é quem somos, que talentos ou recursos possuímos, mas sim, onde e como estamos.

A questão não é ter asas, mas onde elas estão batendo e em que estado se encontram. Onde estão suas asas? Batendo nos mais altos céus ou sacudindo dentro de alguma gaiola espiritual? Movimentação não significa liberdade! Alguns movimentos são atos desesperados de luta contra uma prisão ou a tentativa de ter algum tipo de “vida” dentro da gaiola. Vide o passarinho preso: tão agitado! Suas asas não paravam de bater.

De uma grade a outra, pra lá e pra cá. Em movimento, porém preso. Como estão suas asas? Algumas vezes molhadas de orvalho, outras brilhando no sol ou sempre foscas, secas e sem brilho algum numa gaiola espiritual? A gaiola não nos impede de ver o pássaro, mas atrapalha a contemplação das diversas manifestações de sua beleza. Deus nos chamou à liberdade! Temos em Jesus a conquista de sermos livres! E não somente do pecado, mas também todas as opções de vida que não são a escolha de Deus para a nossa caminhada nesta terra. Não somos livres para fazer o que quisermos, desobedecendo a Deus.

Somos livres para desobedecermos aos impulsos da nossa carne, para rejeitarmos as ofertas deste mundo e as de satanás. Livres para, desfeitas as alianças com os deuses deste século, voarmos alto rumo aos propósitos de Deus para nossa vida!

Quem sabe você vive em constante conflito entre seus sonhos e sua realidade. Tem uma bela voz e não conseguiu gravar um CD. Escreve bem e não lançou um livro. Gosta muito de cuidar de enfermos, mas a faculdade de medicina parece uma visão tão distante. Tem ideias aos montes, mas não consegue colocá-las em prática. Para essas e outras mil situações em que este tipo de conflito se manifesta, a pergunta em sua mente não deve ser onde está a oportunidade que te falta e sim onde está a vontade de Deus. Questione: “Para qual propósito fui criado”?

Deus te deu asas para batê-las no lugar certo! Amados, chamado não é dom. Chamado é missão. Algo a fazer para Deus com o dom dado por Ele. O chamado algumas vezes vem antes do dom, que é dado por causa do mesmo. E nem todo talento humano revela uma vontade de Deus. Até porque, alguns têm tantos talentos diversos! Não faça um plano de vida baseado em sua opinião a respeito das suas habilidades ou nas suas vontades emocionais.

Qualquer projeto não inspirado por Deus só gera perda de tempo e frustração. Neste dia, busque ao Senhor. Coloque como um objetivo em sua vida descobrir para o que Deus o criou, para que servem as “asas” que você tem. E voe! Saia da gaiola da opinião dos outros, das influências deste mundo e de satanás. Firme seus olhos na revelação pessoal que você precisa ter da vontade de Deus para sua vida. Pois no centro dessa vontade, nada poderá impedir a sua luz de brilhar, refletindo a luz da glória.Liberdade é mais que ter asas. É batê-las no lugar certo. Seja livre neste dia das grades que limitam sua visão do presente e do futuro planejado por Deus para você.

“[…] mais valeis vós do que muitos passarinhos”. (Mateus 10.31.)


Pr. Eliabe dos Santos Feitosa

Anúncios