Eleições na Ebenézer acontecem dia 22 de dezembro

Dia 22 de dezembro às 18h30min. Esta foi a data escolhida para início de um novo tempo na Igreja Pentecostal Ebenézer – Sede. Em reunião com seu ministério, na noite desta terça-feira (22), alguns membros da congregação debateram sobre as eleições 2012, que pela primeira vez acontecerá de forma secreta e não mais por aclamação como era feito em anos anteriores.

Muitos outros assuntos foram discutidos, dentre eles a importância do ato de se candidatar por parte dos membros da Ebenézer. O pastor Antônio Rodrigues lembrou que desde o início de novembro vem relembrando os membros da igreja sobre o prazo para as candidaturas, que deve seguir até a próxima Santa Ceia, no final do mês. Durante os próximos cultos, o líder irá apresentar durante os cultos, a importância do ato de se eleger e os ganhos espirituais daqueles que servem a Casa do Senhor.

Os membros da comissão organizadora da I Eleição Secreta da Igreja Pentecostal Ebenézer, que tem a frente o secretário Lucas Alves e o obreiro Juscelino Braga, fizeram uma demonstração de como será a votação a ser realizada dia 22 de dezembro (uma quinta-feira) às 18h30min. O início das eleições terá ainda uma tolerância de uma hora, podendo começar até às 19h30min. O resultado será divulgado no mesmo dia.

Com estas novas alterações, o Ministério Ebenézer demonstra sua capacidade de mudar com o tempo, visto que o nome Ebenézer vem crescendo a cada ano que passa. É muito importante aqueles que queiram se candidatar indicar seus nomes na secretaria da igreja até a próxima Santa Ceia. “Trabalhar no departamento é bom porque a pessoa cresce espiritualmente e passa a ter maior responsabilidade com as coisas de Deus”, salientou o presidente do Ministério, Antônio Rodrigues.

Ajude-nos a construir o Templo Ebenézer

A construção do Templo Ebenézer já está a todo vapor. Depois de 12 anos de existência, a Igreja Pentecostal Ebenézer iniciou as obras de levantamento daquele que será o espaço para os fieis adoradores do Rei, confraternizarem em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Apesar dos esforços dos membros do Ministério Ebenézer, ainda estamos necessitados de muita ajuda. E o apoio dado por você que frequenta o nosso blog se faz muito importante. Quer ajudar? Você pode! Basta entrar em contato conosco para doar um saco de cimento, areia, tinta, ferro, tijolos ou qualquer material para a construção da casa de Deus.

A batalha é árdua, mas como servos fieis sabemos que no final de tudo entoaremos o hino da vitória. Isso é apenas para aquele que crer, pois Até Aqui nos Ajudou o Senhor.

Se você puder nos ajudar com dinheiro também pode. É só depositar um quantia de qualquer valor na conta a seguir. E desde já nosso blog, e todos os membros da Igreja Pentecostal Ebenézer lhes agradece pelo esforço. Permaneça na santa Paz do Senhor. Amém!

Contribua com a obra. Deposite qualquer valor na conta abaixo:

Itaú

Ag: 4442

C.P: 09577-6-500

Maiores informações através dos números: 8722 1355 (Diácono Elieudo) ou 87093675 (Pr. Antônio Rodrigues)

Homem teria mandado matar filho para não pagar pensão

Dois homens foram presos em Macaúbas (BA), a 682 quilômetros de Salvador, acusados da morte de um menino de 9 anos. Um dos detidos, Zenilton Silva Costa, o pai da criança, teria contratado o outro, Wilton Santos, de 18 anos, por R$ 1 mil, para assassinar o menino, encontrado morto por asfixia na sexta-feira.

Wilton foi identificado por outra criança, que teria testemunhado o crime, e confessou o homicídio. De acordo com ele, Costa disse que precisava matar o filho para não ter mais de pagar a pensão. O acerto pelo crime, porém, ainda não teria sido feito. O acusado nega envolvimento com o assassinato, mas, segundo o delegado Genivaldo Rodrigues, não há dúvida sobre sua participação.

Após as prisões e os testemunhos, Santos e Costa tiveram de ser transferidos para outra cidade, por causa da ameaça de invasão da delegacia do município – 300 pessoas tentaram entrar na unidade para espancar os acusados e a Polícia Militar teve de pedir reforço para evitar a violência.

Do Site: OEstadodeSãoPaulo

Nota. São por conta de coisas assim que oramos dia e noite, pedindo a Deus um pouco de mais compaixão para este mundo perdido. E que nossas orações possam chegar aos corações de famílias totalmente desestruturadas, cansadas e traumatizadas com realidades como esta. Um pai que é capaz de planejar, pagar e ajudar a executar o próprio filho, da maneira mais cruel possível, na verdade, está fora de todo e qualquer conceito do que é ser pai. Pedimos mais paz e amor no coração de todos. E que esses acontecimentos possam nos fazer meditar e ir em frente, pregando o Evangelho para que toda criatura possa crer na Vida e na Verdade, que é Jesus.